Soeurs de Saint-Joseph de Cluny
http://sj-cluny.org/Jubileu-da-Misericordia

Jubileu da Misericórdia

"A Igreja está a viver o Ano Santo da Misericórdia, um tempo de graça, paz, conversão e alegria que abrange a todos: pequenos e grandes, próximos e afastados. Não há fronteiras nem distâncias que possam impedir à misericórdia do Pai de nos alcançar, tornando-se presente no meio de nós. A Porta Santa já está aberta em Roma e em todas as dioceses do mundo." (site - Jubileu da Misericórdia)


Quando o Papa anunciou este ano jubilar, ele disse: "Queridos irmãos e irmãs, pensei muitas vezes no modo como a Igreja pode tornar mais evidente a sua missão de ser testemunha da misericórdia. É um caminho que começa com uma conversão espiritual; e devemos percorrer este caminho. Por isso decidi proclamar um Jubileu extraordinário que tenha no seu centro a misericórdia de Deus. Será um Ano Santo da Misericórdia. Queremos vivê-lo à luz da palavra do Senhor: «Sede misericordiosos como o Pai» (cf. Lc 6, 36)”.

Somos encorajados a redescobrir neste tempo jubilar a riqueza contida nas obras de misericórdia corporais e espirituais.

Obra de misericórdia é aquela com que se socorre o nosso próximo nas suas necessidades corporais ou espirituais.

As obras de misericórdia são catorze: sete corporais e sete espirituais, conforme são corporais ou espirituais as necessidades que se socorrem.

As obras de misericórdia corporal consistem em ajudar nossos irmãos e irmãs com suas necessidades físicas e materiais.

As obras de misericórdia corporais são:
  • Dar de comer a quem tem fome;
  • Dar de beber a quem tem sede;
  • Vestir os nus;
  • Dar pousada aos peregrinos;
  • Assistir aos enfermos;
  • Visitar os presos;
  • Enterrar os mortos.

As obras de misericórdia espiritual consistem em ajudar nossos irmãos e irmãs com suas necessidades emocionais e espirituais.

As obras de misericórdia espirituais são:
  • Dar bom conselho;
  • Ensinar os ignorantes;
  • Corrigir os que erram;
  • Consolar os aflitos;
  • Perdoar as injúrias;
  • Sofrer com paciência as fraquezas do nosso próximo;
  • Rogar a Deus por vivos e defuntos.

"Nesta Ano Santo...Abramos os nossos olhos para ver as misérias do mundo, as feridas de tantos irmãos e irmãs privados da própria dignidade e sintamo-nos desafiados a escutar o seu grito de ajuda. Que as nossas mãos apertem as suas mãos e estreitemo-los a nós para que sintam o calor da nossa presença, da amizade e da fraternidade." (Misericordiae Vultus No. 15)

Para mais informações aceda ao site do "JUBILEU DA MISERICÓRDIA"!

Réagir à cet articleReagir a este artigo

Alguma mensagem ou comentário ?

Fórum requer assinatura

Para participar nesse fórum, deve estar previamente registado. Por favor indique a seguir o identificador pessoal que lhe foi fornecido. Se não está registado, deve inscrever-se.

Ligaçãoinscrever-sepalavra - passe esquecida ?

Site Vaticano

Notícias Vaticano

União das Superioras gerais

Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal (CIRP)

Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB)

Leituras da missa do dia

Santo(a) do dia

Províncias