Soeurs de Saint-Joseph de Cluny
http://sj-cluny.org/Uma-viagem-de-mil-quilometros-comeca-por-um-primeiro-passo?lang=fr
      « Uma viagem de mil quilómetros começa por um primeiro passo »

« Uma viagem de mil quilómetros começa por um primeiro passo »

É para começar uma viagem de mil quilómetros por um primeiro passo que nós, as catorze Irmãs vindas das seis Províncias da Índia, chegámos ao noviciado de São José de Cluny em Yercaud a 23 de março de 2019, para dois meses de preparação para os votos perpétuos..


Introdução

A preparação intensiva para o nosso compromisso definitivo começou por uma celebração animada pela Irmã Reena Mecherry et la communauté, sur le thème « Chamados a sermos fiéis para sempre», que nos levou a recordar na oração o nosso chamamento à vida religiosa. A Irmã Norah Alunkal, Superiora Provincial da Índia do Sul Central, enviou-nos uma mensagem inaugural. Ela insistiu na importância desses dois meses e convidou-nos a aprofundar a nossa relação com Cristo e a segui-lo radicalmente.

Agradecemos a Deus pela presença da Irmã Luciana D’Rozario, nossa Conselheira Geral, que é uma pessoa simples, alegre, amorosa e inspiradora, que organizou essa intensa preparação e nos acompanhou na nossa caminhada espiritual.

Partilha do Evangelho: Cada dia começava com meia hora de partilha do evangelho. Nós partilhávamos em grupo o que o evangelho nos inspirava. Tivemos encontros sobre diferentes temas.

Orientação: No primeiro dia tivemos uma sessão de orientação que começou com uma reflexão sobre o casamento e os votos religiosos. A nossa Irmã lembrou-nos o significado dos três votos e nosso chamamento à vida religiosa.

Busca interior: : LA sessão de « Busca interior » ajudou-nos a aprofundar a nossa vida espiritual, a conhecermo-nos melhor e a ver como Deus trabalha na nossa vida.

Vida consagrada : A vida consagrada é um dom que Deus faz à Igreja através do Espírito Santo. Pela nossa consagração, oferecemos livremente todo o nosso ser a Deus, para lhe pertencer e cumprir sempre a Sua vontade.

Identidade religiosa : Os votos não são apenas para nossa própria santificação, mas também para a santificação do mundo. Somos chamados a ser diferentes como Ana Maria Javouhey. Sendo libertadas dos laços do mundo, podemos ir aonde quer que seja bom fazer.

Espiritualidade e Carisma da Congregação: Espiritualidade e Carisma são inseparáveis. A vida religiosa é um apelo para viver a vida do Espírito que a Bem-aventurada Ana Maria Javouhey viveu. O carisma é feito de elementos invisíveis, os dons da graça com que o Espírito nos cumula.

Missão da Congregação: Nossa missão é ir ao encontro dos outros para lhes dar a conhecer Cristo e libertá-los de todos os jugos que pesam sobre eles. Para realizar esta missão, devemos ser criativas e equilibrar a nossa vida entre contemplação e ação.

Constituições (autoridade e co-responsabilidade : «A regra vem de Deus e conduz a Deus». Ajuda-nos a viver a nossa vida em plenitude e a servir a Deus.

Voto de obediência O voto de obediência dá muitos frutos na nossa vida espiritual. O que ele nos pede acima de tudo, é avançar na humildade.

Voto de Castidade: O voto de castidade permite-nos irradiar a alegria de Cristo em todas as nossas relações, especialmente entre nós em comunidade.

Voto de Pobreza: O voto de pobreza não nos empobrece, protege-nos. Como a Bem-aventurada Ana Maria Javouhey diz: «Não há religiosa sem o amor da pobreza. A verdadeira pobreza conduz-nos ao céu e ajuda-nos a agir na justiça. »

Vida comunitária: A comunidade é um lugar onde se aprende a viver a fraternidade. A vida comunitária exige abnegação, compromisso e um sentido de pertença. Devemos fazer da nossa comunidade outra Nazaré, onde haja caridade e felicidade.

Vida de Oração: A Irmã Mary Thomas, da Província da Índia do Sul, iniciou com profundidade e entusiasmo a sessão sobre a vida de oração. Ela encorajou-nos a dar o primeiro lugar a Deus e aos outros. A vida de Santo Agostinho é para nós um modelo de intimidade com Deus.

Conclusão : A Irmã Luciana concluiu dizendo que somos criadas para nos tornarmos semelhantes a Cristo. Para isso, vamo-nos transformar em profundidade e não apenas no exterior. Depois de fazer a avaliação, a Irmã Luciana acompanhou-nos à capela. Ela rezou por nós e deu a cada uma de nós, uma vela da Bem-aventurada Ana Maria Javouhey dizendo:

« Sede a luz de Cristo ».

Réagir à cet articleReagir a este artigo

Alguma mensagem ou comentário ?

Fórum requer assinatura

Para participar nesse fórum, deve estar previamente registado. Por favor indique a seguir o identificador pessoal que lhe foi fornecido. Se não está registado, deve inscrever-se.

Ligaçãoinscrever-sepalavra - passe esquecida ?

Site Vaticano

Notícias Vaticano

União das Superioras gerais

Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal (CIRP)

Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB)

Leituras da missa do dia

Santo(a) do dia

Províncias