Soeurs de Saint-Joseph de Cluny
http://sj-cluny.org/200-anos-de-presenca-das-irmas-de-S-Jose-de-Cluny-no-Senegal
      200 anos de presença das irmãs de S. José de Cluny no Senegal

200 anos de presença das irmãs de S. José de Cluny no Senegal

Eis aqui alguns ecos das celebrações dos 200 anos da presença das Irmãs de S. José de Cluny, no Senegal. Foi uma magnífica celebração de acção de graças! Ao mesmo tempo, fez-nos lançar para um futuro de plena esperança.


Desde o mês de outubro de 2017, a preparação de abertura do jubileu começou com reuniões com todos os actores, mas igualmente, reuniões com a comissão (liturgia, cultura, acolhimento-alojamento, finanças, logística, restauração, saúde). Estes 200 anos de dedicação das irmãs em São Louis foram ilustrados pelo compromisso generoso dos São-Luisenses em geral e em particular pela comissão de pilotagem dirigida pelo senhor Jean SARR, ajudado pelas responsáveis de cada comissão, sem esquecer todos os benévolos que trabalharam na sombra!

Desde quinta-feira, as irmãs começaram a chegar, assim como alguns colaboradores para a preparação imediata. Estamos no sábado, 10 de março, o grande dia chegou e nós estamos todas prontas para acolher os hóspedes vindos de Dacar, Thiès , Baback, Fandème, Karang, da Gâmbia e da Guiné Bissau….As delegações foram acolhidas pela «flecha» desde a entrada em São Louis, a nível do hotel Coumba Bang que as conduziu ao liceu Ahmet FALL, onde os esperava uma bela cerca de honra formada pelos estudantes radiosamente vestidos com trajes tradicionais, ao som duma orquestra Diolas.

Depois da refeição, os peregrinos partiram em direcção à praça Faidherbe, à descoberta da cidade “sobre os passos de Ana Maria Javouhey” e visitaram a exposição que traça a presença das irmãs desde a sua chegada. Chegados ao local, toda a gente se activa esperando a cerimónia da abertura, e também as forças de ordem que mantiveram a segurança todo o fim-de-semana.

A cerimónia abriu ao som do hino nacional do Senegal com a fanfarra, a palavra de boas vindas e a oração do pároco da catedral de S. Louis, o abade Ferdinand SAMBOU. A Superiora Vice-Provincial, Maria de Fátima FAYE, a assistente geral Irmã Clare Stanley, o secretário do ofício nacional do ensino católico do Senegal, Frei Jean Marie THIOR e o Bispo do lugar, Mgr. Ernesto SAMBOU, tomaram a palavra.

Depois seguiram-se as majoretes da escola de S. José que nos gratificaram com uma bela representação cheia de sentimento e de emoção. Os discursos protocolares exaltaram as obras de caridade das irmãs desde há 200 anos, mas também a boa colaboração entre autoridades religiosas e civis.

A cerimónia continua com um espectáculo (cantos, danças, teatro, desfile da moda … rica de ensinamentos durante os quais cada comunidade mostrou os seus talentos. Ao lado do pódio algumas irmãs activam-se vendendo produtos (pomadas e óleo à base de plantas, farinha enriquecida e sabão dos dispensários, velas e compotas do postulantado). Uma exposição mostra as obras de cada comunidade embelezando a praça Faidherbe, atraindo muitos visitantes.

JPEG - 242.6 kb
Fanal

Há uma pequena pausa para retomar forças e a noitada cultural continua à volta dum concerto com diferentes artistas e saída dum fanal (tradição antiga das mulheres católicas de S. Louis que agora faz parte do folclore da cidade) e da praça Faidherbe até ao liceu Amet Fall. Esta parada do fanal foi acompanhada como de costume pelos cânticos das “Linguères” e outros cantos de acção de graças em homenagem à Madre Ana Maria Javouhey e todas as pioneiras.

Graças à boa vontade de todos (hotéis, albergues, famílias, escolas) e à doce brisa são-luisense, os peregrinos puderam beneficiar dum bom repouso antes da abertura solene do jubileu, marcada para a grande celebração eucarística, presidida por monsenhor Ernest SAMBOU, Bispo local. A missa foi seguida dum almoço fraterno, momento de reencontro, cheio de emoção, de afeição, de amizade e de graça, antes do regresso dos peregrinos.

Foi assim que se abriu o ano jubilar, um ano de acção de graças, de conversão pessoal e comunitária e sobretudo de orações para a canonização da nossa Bem-aventurada Madre.

Réagir à cet articleReagir a este artigo

Alguma mensagem ou comentário ?

Fórum requer assinatura

Para participar nesse fórum, deve estar previamente registado. Por favor indique a seguir o identificador pessoal que lhe foi fornecido. Se não está registado, deve inscrever-se.

Ligaçãoinscrever-sepalavra - passe esquecida ?

Site Vaticano

Notícias Vaticano

União das Superioras gerais

Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal (CIRP)

Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB)

Leituras da missa do dia

Santo(a) do dia

Províncias