Soeurs de Saint-Joseph de Cluny
http://sj-cluny.org/Intervencao-de-uma-Irma-enfermeira-de-Sao-Jose-de-Cluny-durante-a-epidemia-de?lang=fr
      Intervenção de uma Irmã enfermeira de São José de Cluny durante a epidemia de (...)

Intervenção de uma Irmã enfermeira de São José de Cluny durante a epidemia de sarampo nas ilhas Samoa

As ilhas Samoa declararam estado de emergência há nove dias, fechando todas as escolas, excluindo as crianças de qualquer encontro público e ordenando que todos sejam vacinados. As equipes médicas percorreram o país e administraram milhares de vacinas. (Associação de Imprensa, 25 de novembro de 2019, Wellington, Nova Zelândia)


Da Província de Nova-Zelândia / Filipinas :

Uma Irmã enfermeira de São José de Cluny, Irmã Lusini Falemaka, juntou-se às equipas médicas enviadas pela Nova-Zelândia no programa da epidemia de sarampo nas ilhas Samoa. Aguente-se, Irmã Lusini, e saiba que estamos muito orgulhosas da Irmã! Rezamos pelos habitantes das ilhas Samoa que passam por tal prova. Que o Senhor a todos abençoe. (Irmã Allison McAllister, Provincial)

Irmã Lusini (2ª a partir da esquerda) e alguns membros da equipa. Esta é composta por 8 pessoas: 3 enfermeiras, 3 administradores, um motorista e um polícia!

No hospital das ilhas Samoa em Apia. Um briefing e vamos!
O salão paroquial da aldeia de Vailele, que serve de base durante a manhã. De tarde, fazemos vistas a domicílio em Letogo e Laulli.
Primeiro grupo da manhã.

Notícias da Irmã Lusini Falemaka das ilhas Samoa

Calorosas saudações a partir das ilhas Samoa!

A equipe, da qual faço parte, chegou bem. Há um total de 23 equipes , cada uma composta por 8 membros, incluindo 3 enfermeiros, 3 administradores, um polícia e um motorista. As enfermeiras da nossa equipe pediram que se rezasse por elas e pelo povo das ilhas de Samoa neste momento difícil.
A minha equipe ontem vacinou 330 pessoas.Nós vacinamos mais de 300 pessoas por dia. Nas aldeias que não são do matai (chefe), a polícia está presente, porque os habitantes respeitam o pessoal com uniforme. Depois de ter vacinado as pessoas no salão paroquial, partimos às 14 hs para visitas a domicílio. Entramos em todas as casas. É assim que se termina este dia bem cheio, às 17hs. Depois duma pequena pausa, fazemos uma reunião em vista das visitas seguintes.

A minha equipe utiliza o salão paroquial da aldeia de Vailele onde as Irmãzinhas dos Pobres têm uma casa para idosos. Enquanto eu atendia as pessoas que chegavam para serem vacinadas, ouvi cantar e fui rezar um momento na igreja, onde estava exposto a Santíssimo Sacramento.
Ontem de manhã, partilhamos o pequeno-almoço com o Alto-Comissário de Nova-Zelândia.[/bleu marine] Ele declarou-nos que esta epidemia de sarampo era um desastre nacional para todo o povo e por todo o país das ilhas Samoa.

Até breve.
Irmã Lusini Falemaka

Rezem connosco pela população das ilhas Samoa e por aqueles que os ajudam!

Réagir à cet articleReagir a este artigo

Alguma mensagem ou comentário ?

Fórum requer assinatura

Para participar nesse fórum, deve estar previamente registado. Por favor indique a seguir o identificador pessoal que lhe foi fornecido. Se não está registado, deve inscrever-se.

Ligaçãoinscrever-sepalavra - passe esquecida ?

Site Vaticano

Notícias Vaticano

União das Superioras gerais

Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal (CIRP)

Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB)

Leituras da missa do dia

Santo(a) do dia

Províncias