Soeurs de Saint-Joseph de Cluny
http://sj-cluny.org/Casa-Mae

Casa Mãe

Um sinal de unidade

A Casa Mãe, onde a Madre Javouhey passou os últimos meses da sua vida terrestre, é, segundo as nossas Constituições, “centro de animação e de coordenação, lugar de encontro e de revitalização, sinal de unidade”.


Visitar a Casa Mãe - 4 línguas

PDF (livre)

PDF - 8.9 Mb

Os novos meios de comunicação facilitam as relações entre as Irmãs, da Casa Mãe com as Províncias e das Províncias com a Casa Mãe, por intercâmbio de informações, sessões, peregrinações às "fontes”. Mantendo sempre viva a memória e o espírito da Fundadora, ela é, para todas as Irmãs, sinal de unidade.

Algumas datas marcantes

1849

1de Novembro : instalação das Irmãs de São José de Cluny na casa que a Madre Javouhey tinha acabado de comprar no nº 57 rua do Faubourg St. Jacques, Paris.

1851

15 de Julho: Ana Marie Javouhey morre nesta casa.

1854

O Capítulo geral realizado em Cluny (como todos os precedentes) decide que a Superiora Geral e as conselheiras, daqui em diante devem residir em Paris.

1855

Aprovação do Governo para a casa e o noviciado de Paris, e depois, para a transferência da Casa Mãe de Cluny para Paris. (Decreto de 21 julho de 1870)
1870-1871 (Guerra de 1870)
Por causa da guerra, a Madre Maria de Jesus Bajard deixa Paris e vai residir para Alençon.

1914

Em Setembro, a Madre Sainte Lutegarde Desrivières deixa Paris e passa dois meses em Bordéus. A guerra prolonga-se, ela volta a Paris e depois, de abril a setembro de 1918, parte novamente para Bordéus.

1939

Declaração de guerra a 1 de setembro. A Madre Marie de Saint Jean Lamure, doente, parte para Limoux, onde morre a 23 de abril de 1940. A Madre Catarina de Jesus Cristo d’Ornelas, torna-se Vigária geral; fica em Portugal para manter contacto com as casas do ultramar. A Madre Marie de Saint Jean Letourneux, Assistente geral, permanece em Paris. O Núncio Apostólico, o Arcebispo de Paris e vários outros prelados passam cerca de um mês na Casa Mãe para beneficiarem do seu abrigo contra os bombardeamentos.

1949

As relíquias de Ana Maria Javouhey são transferidas de Senlis para Paris. Depois da beatificação, em 1950, o caixão será colocado sob o altar da capela, e o relicário do Coração será exposto na cripta.

Visitar a Casa Mãe - 4 línguas

PDF (livre)

PDF - 8.9 Mb

Réagir à cet articleReagir a este artigo

Alguma mensagem ou comentário ?

Fórum requer assinatura

Para participar nesse fórum, deve estar previamente registado. Por favor indique a seguir o identificador pessoal que lhe foi fornecido. Se não está registado, deve inscrever-se.

Ligaçãoinscrever-sepalavra - passe esquecida ?

Site Vaticano

Notícias Vaticano

União das Superioras gerais

Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal (CIRP)

Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB)

Leituras da missa do dia

Santo(a) do dia

Províncias